domingo, 29 de março de 2009

Bullying: ameaça corriqueira

A nomenclatura bullying representa todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentro de uma relação desigual de poder.
O bullying é um problema mundial, sendo encontrado em toda e qualquer escola, não estando restrito a nenhum tipo específico de instituição: primária ou secundária, pública ou privada, rural ou urbana. Pode-se afirmar que as escolas que não admitem a sua ocorrência entre os alunos, ou desconhecem o problema ou se negam a enfrentá-lo.
Com apenas 16 anos, a carismática atriz e cantora Miley Cyrus – que interpreta a personagem Hannah Montana da Disney – revelou na sua auto-biografia ( Miley Cyrus: Miles To Go, lançada nos EUA nesta última terça [03/03] que no início da sua adolescência sofreu o bullying: as meninas faziam complô contra ela e isso tinha até nome “Clube Anti-Miley”. A atriz afirma que se sentia "sozinha e infeliz". Mas, por possuir um suporte de família, a cantora conseguiu superar esse problema e hoje é considerada a nova princesa da Disney.
A novela Caminho das Índias, transmitida pela Rede Globo, mostra esse problema: um grupo de meninos, provavelmente todos pertencentes a famílias desestruturadas, agridem verbal e fisicamente outros colegas que não possuem recursos, status ou habilidade para reagir ou fazer cessar os atos danosos contra si. Na maioria dos casos, a culpa desse comportamento é dos pais que exercem uma supervisão pobre sobre seus filhos, toleram e oferece como modelo para solucionar conflitos o comportamento agressivo ou explosivo, como vemos na novela com o ator Duda Nagle - Zeca/o filho - e o seu pai César Gallo (Antônio Calloni) e sua mãe Ilana Gallo (Ana Beatriz Nogueira).
Entretanto, muitas vezes, a culpa também é da escola: as medidas adotadas pelas escolas para o controle do bullying, se bem aplicadas e envolvendo toda a comunidade escolar, contribuirão positivamente para a formação de uma cultura de não violência na sociedade.

3 comentários:

Everson Andrade (Boneco Vevel) disse...

massa que hoje mesmo eu vi uma coisas dessas quando eu estava passando na rua ao lado de uma escola...

era uma escola primária, e a criança q espava apanhando da outra, se colocou indefesa no chão a chorar!!! deu um ódio!!! soh q a escola tinha uma gradezinha e naum podia fazer nada!!! (e tbem violência não acaba com violência)

_-CinestudiO-_ disse...

caraca!!! é um absurdo q esse tipo de problema n seja combatido sériamente nas escolas , pq apesar d estar na novela isso tbm acontece na vida real, ate mesmo como pod confirmar o comentario acima!
violência gratuita ou não é intolerável.

Silvia Correia disse...

Dá raiva demais essas situações, o pior que a cada dia que passa torna-se mais banal e comum na nossa sociedade. Sem falar que as próprias pessoas que sofrem disso, muitas vezes, acabam por cometer o bullying também, numa tentativa errÔnea de "se vingar"! :/

Ocorreu um erro neste gadget

Poderá Gostar também:

Related Posts with Thumbnails